sexta-feira, 20 de fevereiro de 2004

Bomba de Gasolina para o SC Farense aprovada

Finalmente o Farense vai ter a sua bomba de gasolina e a zona uma área bonita e arborizada. Após o chumbo de Julho passado, devido aos votos contra do PS e CDU, o PS alterou a sua posição e votou favoravelmente.
O PS, felizmente, deu uma cambalhota, deu o dito por não dito, e lá aprovou a bomba. Afirmou que este projecto é muito diferente do anterior, que o anterior parecer jurídico era insuficiente, que houve falta de diálogo por parte do Presidente da Câmara, etc. Tudo argumentos de somenos quando estava em causa salvar o clube da cidade, um filho de Faro. Enfim, não podia mudar a sua posição 180º sem dizerem qualquer coisa para tentarem não perder a face. Não conseguiram!

O Dr. José Vitorino esteve imparável. Apresentou o projecto sem atacar ninguém. A seguir vieram os ataques infundados do PS (tentativa de não ficaram mal na fotografia!) e os pré-históricos da CDU.
O dr. Vitorino voltou a falar e disse que não iria resoponder aos ataques injustificados da oposição pois o Farense estava acima disso tudo.
No final, houve uns moradores que disseram que estavam contra e que iriam promover uma providência cautelar. O Dr. Vitorno, ai, arrasou. Rebateu todos os argumentos com uma grande serenidade, escolhendo a palavra certa para a altura exacta. Deu um espectáculo como não via há muito...

Agora resta ao SC Farense nas eleições de Junho arranjar uma direcção credível que seja capaz de gerir os destinos do clube de forma equilibrada, aproveitando esta verba para começar um projecto que leve o SC Farense a uma situação económico-financeira equilibrada. Idem para a SAD Farense.

O Farense não pode desperdiçar esta oportunidade, pois certamente não se repetirá. A fiscalização terá que ser eficaz e controlar possíveis comportamentos despesistas. A ver vamos...

Viva o SC Farense! Viva Faro!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2004

Faz hoje dois meses....

Que estou na lista de espera do Hospital de Faro para fazer uma artroscopia ao joelho.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2004

Portugal-Inglaterra: fraca organização

Soube por intermédio de um amigo meu que se podia reservar bilhetes até ao fim do dia 2 de Janeiro. Eram 16.15h. Até às 17.30h contactei a Associação de Futebol do Algarve (AFA) para me enviarem o impresso de reserva por fax e a perguntar se aquele era o último dia para fazer reservas. Disserem-me que sim.
Reenviei o impresso a alguns amigos. Pelas 17.15h enviei o meu fax a reservar bilhetes.

Várias vezes liguei para a AFA. Nunca sabiam confirmar se o fax tinha chegado e se estava tudo bem porque eram muitos.

Finalmente fui buscar os meus bilhetes e tudo correu bem. Comigo....
Um amigo meu que enviou o fax de reserva no dia 2 de Janeiro vai ficar sem bilhetes. Disseram-lhe que o fax não chegou e ele com o comprovativo do envio na mão! Disse-lhe para reclamar e se não der nad apara ir à TVI....
Quando fui buscar os meus bilhetes apercebi-me de outras situações:
- uma pessoa que tinha pedido x bilhetes e agora tinha x-y, quando tinham garantido que o nº de bilhetes das reservas estava garantido;
- uma pessoa que pediu 4 bilhetes e estavam todos separados;

Entretanto não avisaram ninguém que o pagamento só podia ser feito em dinheiro.... vivo. Eu e outros tivémos que perder o lugar na fila para irmos ao multibanco mais próximo...

Enfim, para já não têm estaleca para um evento destes.... vá lá que os bilhetes do Euro 2004 são vendidos via internet...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2004

As Formas de Associação dos Municípios no Algarve

No passado dia 24 deu-se um colóquio sobre esta questão, realizado pela AMAL.
Deu para ver que PS e PSD defendem uma única entidade para a região, mas divergem quanto ao modelo a adoptar. O PS defende uma Grande Área Metroplotina e parte do PSD (Dra. Isabel Soares e Eng. Macário Correia, pelo menos) prefere uma Comunidade Inter-Municipal (penso que o PSD Algarve ainda não tem uma posição definida).

Eu defendo duas Comunidades Urbanas, mas dividir o Algarve em dois é um dogma, nem se pode falar nisso. É tipo blasfémia. O Algarve é uno e indivisível. Rei de Portugal e dos Algarves, diziam sobre os Reis.

Se é dos Algarves, é porque existe mais do que um.........

Estou vencido, sem estar convenvido: no final vai ser uma única entidade.

PS e PSD andarem a discutir o tipo de entidade, quando o fundamental está decidido (ser uma entidade para todo o Algarve) parece-me um desperdício inútil de energias.

O PS ganha mais com a Grande Área Metropolitana (tem mais membros nas Assembleias Municipais, ficando com a maioria na Assembleia) e o PSD com a Comunidade Intermunicipal (como a representação é de 2 pessoas por Concelho na Assembleia fica com mais elementos na Assembleia).

E como as leis não têm nenhum enquadramento, andamos a discutir o sisgnificado dos nomes. Ficará bem a Aljezur dizer que pertence a uma Grande Área Metropolitana?
Tirando um membro a mais ou a menos no órgão de gestão e na assembleia, as tipologias são bastante semelhantes.

Entendam-se lá, que a malta agradece...